« Anterior | Próximo »

Muitos me perguntam como foi feita a Sapucaia Real. Alguns desconfiam de uma cachaça que envelheceu 18 anos porque não era muito comum encontrarmos esse tipo de produto ate algum tempo atrás.  Muitos questionam se o produto é “Extra Premium” (ou seja 100% envelhecido, sem mistura de cachaça nova) , outros dizem que o produto com 18 anos ficaria intragável e assim por diante, entre outras duvidas.

Em 2007,  contratamos o consultor de bebidas do Senac Renato Frascino para fazer uma avaliação geral em nossos estoques, que estavam na ordem de 500.000 litros de cachaça, armazenados em diversos tonéis, 500 de carvalho de 250 litros  e 30 de amendoim e jequitibá-rosa, todos já com cachaças bastante envelhecidas.  Com essa analise, faríamos um balanço geral dos estoques e, principalmente da qualidade de nossas cachaças envelhecidas, visando verificar se ainda nos atenderiam no padrão de nossos produtos. Também iríamos avaliar novas possibilidades de lançamentos, de acordo com o que fosse constatado.

Toneis de Carvalho Cachaca Sapucaia Pindamonhangaba

Toneis de Carvalho Cachaca Sapucaia Pindamonhangaba

Todos os toneis são muito antigos, estavam devidamente catalogados, com a safra da cachaça envasada neles e os registros bastante rigorosos, ou seja, sabíamos exatamente quais cachaças estavam nos toneis e quanto tempo cada uma delas tinha.

Apesar de toda evaporação, tínhamos uma boa quantidade de cachaças envelhecidas, nos toneis de carvalho de 250 litros, da safra de 1990.

Logo de inicio já constatamos que poderíamos lançar um produto mais envelhecido que a nossa “reserva da familia 10 anos” e,  no inicio dos trabalhos solicitamos ao Ministerio da Agricultura o registro para um novo produto, que seria a “SAPUCAIA REAL”. Inicialmente, nossa idéia era trabalhar com mais 5 anos além da “reserva da familia”, ou seja 15 anos.

Assim foi feito, enquanto os trabalhos no estoque seguiam em paralelo.

Foram coletadas amostras de tonel por tonel, em garrafas transparentes de 600 ml, e, uma a uma avaliadas sensorialmente. Separamos as envelhecidas em carvalho das em amendoim e jequitiba-rosa, evidentemente.  Dessa forma, aproximadamente 500 amostras das de carvalho foram avaliadas e , delas, separados 28 amostras (28 barris) que apresentavam os melhores resultados.

Eram cachaças bastante fortes, carregadas na madeira, praticamente no limite do que jamais havia sido apresentado no mercado como “cachaça envelhecida”, mas ainda assim, dentro de uma faixa que consideramos interessante apresentar ao mercado, para criar conceito do que é uma cachaça , de fato, envelhecida.  Até o momento (e possivelmente até hoje) ainda há muita dificuldade em todos os setores envolvidos no mercado de cachaça em entender até onde podemos chegar em variações de nosso destilado.  Colocando esse produto no mercado, mais uma vez iríamos colaborar de forma pioneira para expandir mais essa barreira.

Cabe aqui um parêntesis : Desde 1933 a Sapucaia já pensava em ter cachaças envelhecidas, num tempo em que só existiam cachaças brancas no mercado. E assim foi feito na época. Agora também…

Em 2007, ainda imperavam as cachaças industriais, brancas e o mercado das cachaças envelhecidas, pouco explorado, como ainda hoje é.

Em 2008, estes 28 toneis foram então deslocados de seu local ainda cheios e seu liquido, que havia sido previamente avaliado, juntados no nosso “TITANIC” – tonel de 4.000 litros, em formato de barrica, deitada, de forma a homogeneizar toda a cachaça que estava separada, formando assim um novo produto, novamente provado e testado.

As 28 barricas, totalizaram algo em torno de 2700 litros de cachaça, toda ela 100% pura, sem mistura, e na época , com 17 anos dentro dos barris.

Em função da negociação da empresa, em 2008, esse produto não foi lançado. Foi somente em 2009 que decidimos lançar a “Sapucaia Real” na feira Expovinis, em setembro de 2009.

A Sapucaia Real foi destaque naquele evento e ficamos muito satisfeitos por poder mostrar ao mercado , praticamente um novo produto, quebrando alguns “pre-conceitos” e mais uma vez contribuindo para o desenvolvimento do mercado de cachaças especiais:

A Sapucaia Real é hoje utilizada em muitos eventos para mostrar de forma convincente, o que é uma cachaça envelhecida e como a madeira pode alterar o sabor da cachaça, tornando-a um produto com muitas possibilidades e variações.

Em 2014 o Mapa da Cachaça - www.mapadacachaca.com.br - convidou o Barman Laercio Zulu para criar um drink com uma cachaça envelhecida e utilizou a Sapucaia Real, com um excelente resultado. Vejam no vídeo:

Saudações.

Materia completa no Mapa da Cachaça – Ouro do Vale 2014
Expovinis 2009 Folder da Feira com a Sapucaia Real
Cachaças para o Dia dos Pais 2012 – Mapa da Cachaça

 


Descrição

A Cachaça Sapucaia Real 18 anos é uma cachaça excepcional, produzida e armazenada em 1990. Envelhecida cuidadosamente em toneis de carvalho. Produção limitada.

Especificações

Volume: 750 ml
Graduação alcoólica: 40º vol.

Categorias: Produtos